Nenhum comentário

Grandes investidores preferem Brasil para investir em imóveis dentre emergentes

Grandes investidores internacionais no mercado imobiliário escolheram o Brasil como o primeiro destino dentre os países emergentes para fazerem aquisições em 2015.

Esta é uma das conclusões de um levantamento anual com membros da Associação de Investidores Estrangeiros em Imóveis (Afire), que tem sede em Washington (EUA), cuja edição 2015 foi divulgada nesta terça-feira, dia 6 de janeiro. O levantamento é coordenado pela Wisconsin School of Business (Escola de Administração de Wisconsin) e pela própria Afire.

Perguntados sobre em que países emergentes planejam fazer investimentos imobiliários em 2015, cerca de 25% dos membros da Afire indicaram o Brasil, o que colocou o país em primeiro lugar nesse ranking, seguido pela China, México, Chile e Polônia. Cada membro da Afire pôde indicar até 6 países. No levantamento do ano passado, o Brasil havia ficado em segundo lugar, atrás da China. O Brasil também aparece em 5º lugar no ranking dos países que oferecem as melhores oportunidades para apreciação de capital, depois de Estados Unidos (1º lugar), Espanha, Reino Unido e China.

Segundo o levantamento com membros da Afire, os países mais estáveis e seguros para investimentos estrangeiros em imóveis, um ranking geralmente liderado por países desenvolvidos, são Estados Unidos, Alemanha, Reino Unido, Canadá e Suíça.
Entre as principais cidades globais que atraem investimentos imobiliários, Nova York retomou a primeira colocação, superando Londres, seguida de São Francisco, Tóquio e Madri.
A Afire representa cerca de 200 grandes investidores institucionais no mercado imobiliário internacional, como bancos, seguradoras e fundos de pensões. A mediana do portfólio de imóveis dos membros que participaram do levantamento é de US$ 7,3 bilhões nos EUA e de US$ 19,6 bilhões no resto do mundo.
Fonte (em inglês): http://www.afire.org